CURSO DE ELETRÔNICA BÁSICA, ANÁLISE DE CIRCUITOS E DIGITAL

CURSO DE ELETRÔNICA BÁSICA, ANÁLISE DE CIRCUITOS E DIGITAL

Artigos

Mídias de DVD (DVD-ROM/DVD-R/DVD-RW/DVD+R/DVD+RW e DVD-RAM)


Atualmente contamos com uma enorme variedade de tipos de mídias de DVD para as mais diversas finalidades. Estas mídias poderão ter mais de uma face e mais de uma camada.

Face significa cada lado da mídia, que pode ser simples - quer dizer que só pode ser gravada de um lado - ou dupla, quer dizer que pode ser gravada dos dois lados, nestes casos não pode haver impressão sobre nenhum dos lados do disco.

Disco

Camada é a área de gravação do disco, que pode ser simples com uma única camada de gravação que é refletiva, ou Dupla camada quer dizer que ele tem duas camadas de gravação do mesmo lado - uma camada em cima da outra. A primeira delas é semi-refletiva para que o feixe de laser possa atravessá-la e atingir a segunda que por sua vez é refletiva, como mostra a figura a seguir:

De acordo com a sua capacidade de armazenamento, os discos de DVD recebem algumas classificações:

DVD-ROM


Este é o formato das mídias prensadas, como os filmes de locadora, por exemplo, e são encontradas em diversas capacidades diferentes:

DVD-5


Simples camada, face simples, capacidade de 4,7GB de dados ou 2:15 horas de gravação.

DVD-9


Dupla camada, face simples, capacidade de 8,5GB de dados ou 4 horas de gravação (modelo mais comum usado nos filmes).

DVD-10


Camada simples, face dupla, capacidade de 9,5GB de dados ou 4:30 horas de gravação.

DVD-18


Dupla camada, dupla face, capacidade de até 17GB ou 8 horas de gravação.

DVD-5 (SS-SL)


É o tipo mais comum de DVD, simples-face e única camada, oferece aproximadamente 2:15 horas de conteúdo. Os discos DVD-5 tem uma coloração prateada.

DVD-9 (SS-DL - RSDL - single-sided / dual-layered - reverse-spiral dual-layer)


Normalmente chamado de "dupla-camada reverso-espiral". Ele permite a gravação de um pouco menos do que 4 horas em apenas um lado do disco, com uma breve (às vezes imperceptível) mudança de camada. Às vezes este formato também é usado para filmes com menos de duas horas, onde se podem colocar uma quantidade maior de extras. Os discos DVD-9 são identificados pela sua coloração dourada.

DVD-10 (DS-SL)


Conhecido nos EUA como "flipper", pois você tem que virá-lo (flip) para assistir a continuação do filme. Este formato já não é mais usado devido à introdução do DVD-9. O formato DVD-10 oferece 2:15 horas de vídeo para cada lado. Como os discos DVD-5, os discos DVD-10 também têm uma coloração prateada, porém dos dois lados, e não permite a impressão no rótulo todo, apenas um anel próximo ao furo central.

DVD-18 (DS-DL)


Uma nova geração de DVDs ainda pouco usada que, como os DVD-10, são "flippers", porém eles usam tecnologia RSDL em ambos os lados, permitindo um total de oito horas de conteúdo num único disco. Como os DVD-9, os DVD-18 também têm coloração dourada, só que em ambos os lados, não permitindo a impressão do disco.


DVD-18

DVD-R


A mídia DVD-R é a que encontramos nas lojas para gravação caseira. Ela usa uma tecnologia conhecida com ODT (organic dye technology) e é compatível com a maioria dos drives de DVD e aparelhos domésticos de DVD.

A primeira geração dos DVD-Rs eram de 3.95 Gb, sendo mais tarde substituídas por mídias de 4.7Gb ou DVD-5.

No ínicio de 2000 o formato DVD-R dividiu-se em duas versões o DVD-R G de uso geral e o DVD-R A para o mercado de desenvolvimento profissional. A diferença entre o DVD-R G e o DVD-R A é o comprimento de onda de gravação. Outro fato relevante é que mídias de autoração DVD-R A não podem ser gravadas em gravadores de uso geral, porém as duas podem ser lidas na maioria dos DVD players e drives.

DVD-RW


O DVD-RW é um formato regravável baseado na tecnologia de mudança de fases, similar aos CD-RWs atuais. Para gravar informações os gravadores de CD e DVD utilizam um feixe de laser que ao incidirem sobre a mídia registram os dados.

A diferença entre a mídia -R e a mídia -RW é que a primeira, ao receber a incidência do laser, é "perfurada" num processo irreversível, por isso é gravada uma única vez.

Já a tecnologia dos RW é caracterizada pela mudança de fase de elementos químicos que estão impregnados na superfície gravável. Quando ocorre um feixe laser nesses elementos químicos, eles modificam suas estruturas de um estado liso para um estado rugoso, retornando ao estado liso caso haja um novo feixe de laser.

Este processo é o que chamamos de regravação, e nas mídias de ?RW pode ser repetido cerca de 1.000 vezes.

DVD+R


DVD+R
 
O formato DVD+R é a versão "write once" do DVD+RW, ou seja, permite uma única gravação. A grande maioria dos players atuais lê os discos no formato DVD+R.

O maior desafio do formato DVD+R é convencer a indústria de que sua produção é mais viável do que o atual DVD-R, com a promessa de ser comercializado a preços mais baixos. Um dos grandes trunfos do sistema é a possibilidade de criar um novo método de proteção anti-cópia. As vantagens do DVD+R sobre DVD-RW são basicamente:

- A sessão é fechada de forma mais rápida no +R

- Os discos +R já ultrapassaram os -R em velocidade de gravação, no momento estão em 8x(+R) contra 4x(-R)

- Já existem novos discos DVD+RW no mercado com capacidade de 8.5Gb (DVD-9) para uso doméstico (ainda não se sabe se sairão mídias de DVD-RW com esta capacidade)

DVD+RW


O DVD+RW é o formato regravável desenvolvido pelo conjunto da Philips, Sony, Hewlett-Packard, Ricoh, Dell e outros.

A primeira aparição do formato DVD+RW no mercado foi em 1997, quando armazenava até 2.8 Gb por face. Por não ser compatível com nenhum player ou drive da época, o formato foi abandonado no fim de 1999. Segundo os fabricantes, o DVD+RW pode ser regravado cerca de 100.000 vezes. O processo de gravação é semelhante ao usado no DVD-RW.

DVD-RAM


DVD-RAM 

O DVD-RAM é o primeiro formato regravável da tecnologia DVD, com uma capacidade inicial de 2.6 Gb em simples face, ampliada para 5.2 Gb em dupla face.

Atualmente existem mídias com 4.7 Gb por face (9.4Gb em duas faces). O DVD-RAM também usa a tecnologia de mudança de fase. E assim como o DVD+RW estima-se que o DVD-RAM pode ser regravado 100.000 vezes. Existem três tipos de mídias DVD-RAM:

- A 1ª é selada dentro de um cartucho plástico, protegendo-a contra quedas.

- A 2ª pode ser removida do cartucho.

- A 3ª que é atualmente utilizada funciona como um disco comum, sem cartucho.

Essas características colocam o DVD-RAM como melhor alternativa para "back-up" em DVD. Quando digo "back-up" é porque não é possível gravar um filme em DVD-RAM pelo gravador do micro, somente nos gravadores de mesa o DVD-RAM pode receber vídeo digital, porém pode-se usar o DVD-RAM para se gravar e regravar dados perfeitamente.

Outra limitação encontrada nesta plataforma é que somente alguns leitores DVD-ROM  são capazes de ler as mídias DVD-RAM sem cartucho. Também somente alguns modelos de players caseiros são compatíveis com o formato. Nos gravadores a leitura é feita sem problemas. Devido ao alto preço que é comercializada, e graças ao lançamento da tecnologia +RW, o DVD-RAM está com seus dias contados; A própria Panasonic, uma das desenvolvedoras do sistema disse que o abandonará em breve.